Futebol: Ainda não dá para respirar

30 Abril, 2015

SP. ESPINHO 1 – GONDOMAR 1

Árbitro: José Laranjeira (AF Coimbra)

Estádio Comendador Manuel Oliveira Violas

Sp. Espinho: Renato Lopes; Lapa, Lucas, Pipa e Renato Maia; Miguel, Danilo e Rui Lopes; Alex, Capela e Alberto Seidi.

Treinador: António Cerqueira.

Entraram: Alex, Hadriel e André.

Disciplina: cartão amarelo a Lapa, Alex, Rui Lopes e Hadriel.

Golos: 0-1 Dgibril (31′) e 1-1 André (90+3’’ GP).

A estreia de António Cerqueira no comando técnico do Sporting Clube Espinho não correu bem… mas também não correu mal. Foi possível perceber uma maior disponibilidade mental e competitiva dos jogadores tigres. É verdade que a qualidade do futebol praticado não disparou, mas também é verdade que a equipa alvinegra tinha pela frente somente a equipa líder desta série de Manutenção do Campeonato Nacional Seniores.

O primeiro sinal de perigo pertenceu ao Gondomar, mas o Sporting Clube Espinho sacudiu a pressão e arregaçou as mangas. Durante toda a primeira parte só houve uma equipa em campo que apresentou argumentos que mostrassem uma verdadeira vontade de chegar ao golo. No entanto, contra a corrente do jogo, o Gondomar acabou por inaugurar o marcador. Um sentimento de injustiça abateu-se sobre os poucos espectadores que marcaram presença no Estádio Manuel Comendador Manuel Oliveira Violas.

Na segunda parte, o Sporting Clube Espinho nem começou muito bem. Algo nervosos, os jogadores tigres pareciam não conseguir segurar os níveis de ansiedade necessários para fazer frente a uma equipa aparentemente mais experiente. Felizmente para os espinhenses, a pressão foi sacudida rapidamente e a verdade é que os tigres voltaram a ser a melhor equipa em campo.

O golo não surgiu e foi esperar pelos descontos para assistir a um golo dos comandados de António Cerqueira. Aproveitando a marcação de uma grande penalidade, André não vacilou e permitiu que o resultado desta partida se escrevesse com números mais justos.

Mesmo com este ponto e com a derrota do Moimenta da Beira nesta jornada, o Sporting Clube Espinho continua a segurar a lanterna vermelha. O próximo jogo disputado com o FC Pedras Rubras assume ainda maior importância para a obtenção do grande objetivo do Sporting Clube de Espinho: a manutenção.




O seu endereço de email não será publicado.

*

Não são permitidas tags HTML.