Sp. Espinho vive situação dramática

2 Abril, 2013

O plantel sénior dos tigres tem em atraso vários meses de ordenado. Mesmo assim, a equipa tem realizado uma temporada excelente graças à competência do seu treinador Fernando Valente na gestão destas dificuldades a par dos problemas inerentes a um plantel jovem. Num momento em que parece que já não há mais pano por onde rasgar, o Maré Viva foi ao encontro do mister.

Uma época que não corre como esperado?

Em termos práticos, quando se inicia um processo desportivo há uma expetativa de que sejam concretizadas todas as condições necessárias para que o plano não seja interrompido. Desde o início da época, o tempo foi passando,o grupo de trabalho concentrou-se naquilo que são as suas tarefas na defesa dos interesses desportivos do Sporting de Espinho.

Há problemas financeiros a atrapalhar a época desportiva?

Neste momento, a estrutura do clube tem problemas e não consegue responder aos compromissos que assumiu com os atletas o que nos levanta problemas na gestão dos comportamentos dos jogadores. Este problema interfere com a vida privada de cada um e com a sua própria subsistência.Chegámos a um ponto de rotura porque os atletas não têm condições para continuar a defender as cores do clube com dignidade como têm feito até aqui. Inclusivamente, os atletas têm de recorrer a ajudas externas para se deslocarem para os treinos, o que não deixa de ser muito triste e dramático.

Pode ler a continuação da entrevista na edição impressa do Maré Viva de 3 de abril de 2013.




O seu endereço de email não será publicado.

*

Não são permitidas tags HTML.